PÁGINA PRINCIPAL

         

 
MENSAGENS E REFLEXÕES

AS MARCAS DO DISCIPULADO DE JESUS

 

Bispo Sebastião Elias

 

 Eu lhes dou este novo mandamento: amem uns aos outros. Assim como eu os amei, amem também uns aos outros.

Se tiverem amor
uns pelos outros, todos saberão que vocês são meus discípulos”

1
 Eu poderia falar todas as línguas que são faladas na terra e até no céu, mas, se não tivesse amor, as minhas palavras seriam como o som de um gongo ou como o barulho de um sino.

2
 Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, ter todo o conhecimento, entender todos os segredos e ter tanta fé, que até poderia tirar as montanhas do seu lugar, mas, se não tivesse amor, eu não seria nada.

3
 Poderia dar tudo o que tenho e até mesmo entregar o meu corpo para ser queimado, mas, se eu não tivesse amor, isso não me adiantaria nada.

4
 Quem ama é paciente e bondoso. Quem ama não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso.

5
 Quem ama não é grosseiro nem egoísta; não fica irritado, nem guarda mágoas.

6
 Quem ama não fica alegre quando alguém faz uma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo.

7
 Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.

8
 O amor é eterno. Existem mensagens espirituais, porém elas durarão pouco. Existe o dom de falar em línguas estranhas, mas acabará logo. Existe o conhecimento, mas também terminará.

9
 Pois os nossos dons de conhecimento e as nossas mensagens espirituais são imperfeitos.

10
 Mas, quando vier o que é perfeito, então o que é imperfeito desaparecerá.

11
 Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança. Agora que sou adulto, parei de agir como criança.

12
 O que agora vemos é como uma imagem imperfeita num espelho embaçado, mas depois veremos face a face. Agora o meu conhecimento é imperfeito, mas depois conhecerei perfeitamente, assim como sou conhecido por Deus.

13
 Portanto, agora existem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém a maior delas é o amor. (HINO QUAL ADORNO DESTA VIDA)


“...Pedro, aproximando-se de Jesus disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete” (Mateus 18:21-22”)

Alguém te machucou, pisou, te fez sofrer e chorar? É difícil, mas coloque toda a situação nas mãos do Senhor. Caso contrário, o machucado pode tornar-se uma raiz de amargura que sustenta a planta do ódio, da mágoa, do ressentimento. Se você continuar nutrindo essa raiz em seu interior, sabe o que irá ocorrer? Ela crescerá, dará folhas, florescerá e frutificará, até tomar todo o coração. Pare por um minuto e pense em uma ferida antiga, em alguém que te fez sofrer e que você não conseguiu perdoar. Possivelmente, você acabou de ter um aumento da pressão sanguínea, dos batimentos cardíacos e da tensão muscular. Foi por meio desse mesmo teste que o psicólogo americano Frederic Luskin, autor do livro O Poder do Perdão (Editora Francis), pôde concluir que o ato de perdoar melhora não só a saúde emocional, como também aumenta o bem-estar físico de quem o pratica.

Após ter sido magoado por um grande amigo, o estudioso passou a investigar o assunto. “O perdão é a experiência interior capaz de recuperar a calma e a paz, não só com o outro, mas consigo mesmo”, diz Luskin no seu site “Learning To Forgive”,“Aprendendo a perdoar”. Mas, se o perdão proporciona tantos benefícios, por que é tão difícil desculpar um erro e se livrar do ressentimento?

Para a psicoterapeuta Olga Tessari, não há força de vontade que possa eliminar as lembranças da vida, já que todos os acontecimentos ficam gravados no inconsciente. Por outro lado, com o perdão, é possível se livrar da angústia causada pelas mágoas passadas. “Não esquecemos os fatos que nos feriram, mas podemos parar de sofrer por causa deles. A pessoa que realmente perdoa, para de se torturar pelo ocorrido e o considera apenas um capítulo da sua história.”

Segundo a especialista, a grande dificuldade em perdoar passa pelo processo de sair do papel de vítima da situação para compreender o erro do outro. “A pessoa não perdoa porque não aceita ter sido magoada ou não consegue entender os motivos que levaram o outro a magoá-la”, diz. Também é muito comum o indivíduo não compreender a atitude alheia porque ele jamais faria o mesmo. “É preciso saber que cada um age e se comporta de forma diferente.”

Olga também ressalta que para realmente perdoar é preciso encerrar o assunto. “É fundamental se entregar à construção de uma nova etapa no relacionamento”, afirma. Caso a página não esteja totalmente virada, é necessário tempo para que a confiança volte novamente a fazer parte da relação.“No caso de uma traição, por exemplo, é comum que, mesmo perdoando, a pessoa desconfie da outra. Por isso, é importante dar um tempo.”   “Perdoar é também ter que se sujeitar a ouvir críticas e comentários dos outros.”

Se o perdão diminui a tensão, traz alívio, tranqüilidade e paz, seja qual for o obstáculo, não há motivos para, pelo menos, não tentar. “ E é um recomeço de uma nova etapa na relação com a pessoa perdoada e a cicatrização da ferida que não vai mais doer”, conclui a psicoterapeuta.

Muitas vezes é doloroso. Algumas vezes machuca. Em diversas ocasiões, mata o corpo,e a alma, Gera mágoa, ressentimentos, feridas na alma que refletem no corpo. Enfermidades. Destruição de relacionamentos. Suicídios. Desprezo. Rejeição. Dentre muitos outros sintomas terríveis que assolam a humanidade, assim como a miséria, a pobreza, a desnutrição.Estamos refletindo à falta de perdão.

Algumas coisas tornam-se muito importantes para nós quando percebemos sua ausência. A cratera que deixa marcas expõe as fraturas de nossas vidas. Assim, a ausência de perdão que têm corroído as pessoas como um câncer por todas as nações da Terra. O perdão não apenas representa libertação como também cura e autoridade.

Perdão é tão sério que se não perdoarmos nossos irmãos, nosso Pai que está nos céus também não concederá o Seu perdão a nós. Isso é irrevogável e bíblico. Nem mesmo ofertar finanças, vidas ou corações ao Pai, se estivermos com mágoas em nossos corações de uma ou várias ofensas de outra pessoa. A oferta de um coração magoado e corrompido não é recebida por Deus. É rejeitada. A falta de perdão gera uma ferida purulenta, fétida e podre em nossas almas. Pessoas carregam durante anos essa ferida. Mas Deus, por Sua maravilhosa misericórdia, permite que tais pessoas recebam Dele refrigério e consolo. Entretanto, o Senhor não poderá limpar e curar tais feridas se a pessoa não se dirigir à Ele em oração e busca da cura.

–"Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta. "Entre em acordo depressa com seu adversário que pretende levá-lo ao tribunal Faça isso enquanto ainda estiver com ele a caminho pois, caso contrário, ele poderá entregá-lo ao juiz, e o juiz ao guarda,e você poderá ser jogado na prisão. Eu lhe garanto que você não s
airá de lá enquanto não pagar o último centavo".".(Mt 5.23-26)  “Portanto, eu lhes digo: tudo o que vocês pedirem em oração, creiam que já o receberam, e assim lhes sucederá.E quando estiverem orando,se tiverem alguma coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial lhes perdoe os seus pecados" Mas se vocês não perdoarem, também o seu Pai que está no céu não perdoará os seus pecados”   (Mc 11.24-26)

“... Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes? " Jesus respondeu: "Eu lhe digo: não até sete, mas até setenta vezes sete” (Mt 18.21,22)

 “E com isso, soprou sobre eles e disse: "Recebam o Espírito Santo.Se perdoarem os pecados de alguém, estarão perdoados; se não os perdoarem, não estarão perdoados". (João 20.22,23)

Aprendemos aqui que o perdão é um princípio e uma regra de fé que  todo o cristão deve praticar todos os dias. Perdoar setenta vezes sete significa infinitas vezes, sem questionamentos. Perdoar até sete vezes faz com que você vá eliminando as atitudes que estão sendo perdoadas. Por acaso você já contou quantas vezes pecou contra Deus até esse momento, e quantas vezes solicitou o perdão do Pai? O grande desejo do coração de Deus é que nós tenhamos um relacionamento de perdão com as pessoas assim como Ele tem conosco, perdoando indefinidamente, a todo o instante, todos os dias.

Outra observação importante e fundamental é a de que quando nós perdoamos as ofensas de nossos irmãos, eles, são perdoados pelo Pai por nós termos perdoado os pecados deles primeiro! Isso é muito sério! É o que Jesus está dizendo em João 20.22-23. Ou seja, caso seu irmão tenha uma ofensa contra ti, e você não o perdoar primeiro, o Senhor rejeitará o pedido de perdão de seu irmão. Olha o peso da responsabilidade em se perdoar!

O Apóstolo Pedro perguntou: “Senhor, quantas vezes devemos perdoar? São sete vezes?” E Jesus respondeu: “Não, são setenta vezes sete”. Na lingua hebraica, essa expressão significa PERDOAR ETERNAMENTE. O Senhor diz isso porque Ele se importa contigo e preza pela tua saúde física. De acordo com a Bíblia, em II Coríntios 10:4, as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus para destruir as fortalezas do diabo. Logo, é tolice querer resolver tais questões ao seu modo. A vingança pertence ao nosso Pai e só Ele é capaz de desfazer,anular o cultura destrutiva da falta de perdão. Busque-O! Uma boa razão para a criação do tempo é a necessidade de um lugar chamado PASSADO para enterrar episódios ou circunstâncias que não se encaixam mais em nossas vidas. Em Cristo, encontramos a paz de espírito que nos purifica de todos os lixos e incômodos causados pelo que já passou.Deixa O Espírito Santo encher-te e recriar-te!Observe a palavra:


“Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo; mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor.” (Levítico 19:18)

“O coração bem disposto é remédio eficiente, mas o espírito oprimido resseca os ossos.” Provérbios 17:22

 “O espírito do homem susterá a sua enfermidade, mas ao espírito abatido, quem o suportará?” (Provérbios 18:14)


“Não digas: Como ele me fez a mim, assim o farei eu a ele; pagarei a cada um segundo a sua obra.” (Provérbios 24:29)


“Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.” (Mateus 18: 21,22)

“E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas.” (Marcos 11:25,26)

“Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas daí lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o seu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” (Romanos 12:19-21)

“Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3:13,14)

Segundo Max Lucado, na obra Nas Garras da Graça: “A chave para perdoar os outros é deixar de se concentrar no que eles lhe fizeram e começar a concentrar-se no que Deus fez por você.”

Fontes: www.erguendovidas.com/

           www.Palavra Prexistente.com.br
           bispo@sebastiaoelias.com.br
           Bíblia Almeida –BLH
           Bíblia –ACF
           Bíblia - NVI

Home  |  Voltar

ESPAÇO DA

FAMÍLIA

» Saiba Mais   

Menu de Navegação

Home        |        Quem Somos        |        Estudos Bíblicos        |        Bíblia Online        |        Pedido de Oração        |        Entre em Contato

 

Palavra Pré Existente

Site: www.palavrapreexistente.com.br

Telefone: + 55 (71) 3016-9400

E-mail: contato@palavrapreexistente.com.br

WEBSID Internet

Acesso Restrito | Webmail